Time

“A ferramenta é boa, mas a forma como ela é usada é que temos que aprimorar”, afirma Tiago Nunes

Créditos: Miguel Locatelli/Site Oficial

O Athletico Paranaense foi prejudicado pela arbitragem e ficou no empate com o Santos, neste domingo (8), pelo Campeonato Brasileiro. Apesar do erro do árbitro, com auxílio do VAR, o técnico Tiago Nunes procurou fugir de polêmicas ao final do confronto, em entrevista coletiva.

“Os erros vão continuar acontecendo, a jogada continua sendo interpretativa. Temos que investir em qualificação para a arbitragem”, disse o treinador. “A ferramenta [VAR] é boa, mas a forma como ela é usada é que temos que aprimorar”, afirmou.

Tiago exaltou a entrega e desempenho dos seus jogadores na Vila Belmiro. O Furacão foi ao campo com uma equipe mesclada, já que muitos jogadores ficaram em Curitiba na preparação para a final da Copa do Brasil.

“[O desempenho] é um grande prêmio para o treinador. Foi um jogo muito difícil, contra o vice-líder da competição. Fizemos um jogo com atletas que não vêm atuando tanto”, explicou. “Os caras estão entrando, brigando por oportunidade nesta reta final de Copa do Brasil, o que valoriza ainda mais o rendimento”, completou.

E sobre a grande decisão da Copa do Brasil, Tiago Nunes comentou o perfil do adversário e garantiu que será um grande espetáculo.

“Jogo duríssimo. Ainda não enfrentamos na Copa do Brasil uma equipe com a característica do Internacional. É uma equipe muito equilibrada, que tem um contra-ataque muito rápido, uma defesa muito forte. Espero que tenhamos a naturalidade de atacar o Inter como a nossa equipe vem fazendo. Serão dois jogaços”, finalizou Tiago Nunes.

Comentários

PEDRO PAULO COPANSKI DE TOLEDO
2 semanas

Excluir
O ocorrido hoje não poderia/deveria ser denunciado no Canal de Ética do site da CBF? Uma vez que o "Código de Ética e Conduta do Futebol Brasileiro" prevê na sua Seção IV, Art. 7, que árbitros podem ter sua conduta avaliada pela Comissão de Ética. Mesmo que não seja o canal adequado... Não seria o caso de os torcedores inundarem o mesmo com denúncias?