CSA 0
1º T
0'
5 0 CAP
Brasileirão 2019
Rodada 11
Time

Camacho cita adversidades na Bolívia, mas confia em boa atuação athleticana

Créditos: Miguel Locatelli/Site Oficial

Cochabamba [Bolívia] – A equipe principal do Athletico Paranaense se prepara para mais um duelo da Conmebol Libertadores 2019. Na próxima quarta-feira (24), o Furacão enfrenta o Jorge Wilstermann, na Bolívia, pela quinta rodada da competição.

A delegação rubro-negra desembarcou em Cochabamba no início da noite de ontem (22). Na tarde de hoje (23), jogadores e comissão fizeram o reconhecimento do gramado do Estádio Félix Capriles, local da partida.

Antes de deixar o estádio, o volante Camacho atendeu a Imprensa e falou sobre o palco do jogo. “É um pouco diferente do que estamos acostumados, com a grama mais alta. Vamos sentir um pouco, mas vamos nos adaptar o mais rápido possível. O clima da cidade é parecido com o de Curitiba e isso não vai fazer diferença”, afirmou.

O desafio do Furacão será com uma altitude de aproximadamente 2.500 metros. “Foi bom chegar dois dias antes, dá para adaptar um pouco. E o treino será muito importante para ver o tempo da bola. Tivemos 15 dias para treinar e estamos preparados para fazer um grande jogo”, garantiu Camacho.

O camisa 15 do Rubro-Negro foi titular no primeiro encontro entre Athletico e Jorge Wilstermann, que terminou com vitória athleticana por 4 a 0. “Já enfrentamos eles uma vez e sabemos que o jeito que jogam aqui é completamente diferente. É um time complicadíssimo em casa. Todo o respeito ao Jorge Wilstermann, mas temos que tentar sair com a vitória”, disse.

Após três vitórias consecutivas na Conmebol Libertadores, Camacho quer a equipe com a mesma postura para vencer também fora de casa e tentar a classificação antecipada para as oitavas de final.

“Temos que ficar com a bola no pé e fazer o nosso jogo. Eles estão acostumados a jogar aqui e, se ficarmos sem a bola, vamos sofrer mais. Apesar da troca do técnico, a equipe não deve mudar muito. Então, estamos estudando bem como eles jogaram nos últimos jogos”, finalizou Camacho.

Comentários