Clube

Quartas da Copa do Brasil: Ingressos à venda para Athletico x Flamengo!

Os torcedores athleticanos já podem garantir presença em mais uma decisão na temporada 2019! No próximo dia 10, o Furacão recebe o Flamengo, pela partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. O jogo está marcado para as 21h30, no Joaquim Américo.

As entradas para a partida já estão disponíveis no www.ingressoscap.com.br! Os ingressos custam R$ 75 [meia-entrada] e R$ 150 [inteira]. Também é possível adquirir entradas no Disk Ingressos e Mundo do Futebol.

As bilheterias do estádio e o cadastro biométrico funcionarão na terça-feira (9), das 10h às 18h, e na quarta-feira (10), das 10h até o horário do jogo.

A venda de entradas é feita em caráter pessoal e intransferível: 1 ingresso por CPF. O cadastro da compra deve ser feito com o mesmo nome e CPF do torcedor que vai ao jogo. A biometria é obrigatória para todos os torcedores.*

*Exceto crianças de até 12 anos.

Confira, abaixo, os acessos e os setores disponíveis para a partida:


Caso não consiga visualizar o mapa, clique aqui!

Horários
– Vendas pela Internet [www.ingressoscap.com.br]: a partir desta segunda-feira (1º)
– Vendas nas bilheterias do estádio: terça-feira (9), das 10h às 18h, e quarta-feira (10), das 10h até o horário do jogo
– Disk Ingressos e Mundo do Futebol: a partir desta segunda-feira (1º)
• Disk Ingressos Mueller: segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos, das 14h às 20h
• Disk Ingressos Estação: segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos, das 14h às 20h
• Disk Ingressos Palladium: segunda a sexta, das 11h às 23h; sábados, das 10h às 22h; e domingos, das 14h às 20h
• Mundo do Futebol Patio Batel: segunda a sábado, das 10h às 22h, e domingos, das 14h às 20h
• Mundo do Futebol ParkShoppingBarigüi: segunda a sexta, das 11h às 23h; sábado, das 10h às 22; domingos, das 14h às 20h
– Cadastro biométrico/troca de vouchers: terça-feira (9), das 10h às 18h, e quarta-feira (10), das 10h até o horário do jogo

Valores dos ingressos
– Todos os setores, exceto VIP e Camarotes: R$ 75 a meia-entrada e R$ 150 a inteira
– Setor VIP: R$ 175 a meia-entrada e R$ 350 a inteira

*Menores de 3 anos não pagam. Um documento de identificação deve ser apresentado na entrada do estádio

Regras para meia-entrada
– Estudante: apresentar no momento da compra e na entrada do estádio Carteira de Estudante com foto, data de validade e identificação do órgão expedidor. O original do comprovante de matrícula supre a ausência da data de validade no documento;
– Professor: apresentar no momento da compra e na entrada do estádio comprovante de vínculo com a instituição de ensino e documento oficial de identificação com foto;
– Idoso [a partir de 60 anos]: Apresentar no momento da compra e na entrada do estádio documento oficial de identificação com foto;
– Doadores de sangue: Apresentar no momento da compra e na entrada do estádio certificado de doador fidelizado de sangue, com data de validade, e documento oficial de identificação com foto;
– Jovens de baixa renda: Pessoa com idade entre 15 e 29 anos que pertence à família com renda mensal de até dois salários mínimos, inscrita no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal – Cadúnico. Apresentar no momento da compra e na entrada do estádio “identidade jovem” (documento que comprova a condição de jovem de baixa renda) e documento oficial de identificação com foto;
– Portadores de necessidades especiais e acompanhante.

Como comprar pela Internet – www.ingressoscap.com.br
– Acesse o site e faça o cadastro [com o mesmo CPF do torcedor que irá o jogo]: nome completo, CPF, telefone, data de nascimento e endereço;
– Se você vai comprar para outro torcedor, é necessário fazer o login com o cadastro dele

Caso o torcedor possua o cadastro biométrico
– Será gerado o ingresso da partida

Caso o torcedor não possua o cadastro biométrico
– Será emitido um voucher;
– Os vouchers impressos nas compras realizadas via Web deverão ser trocados por ingressos, nas bilheterias do estádio, de acordo com os horários de funcionamento: terça-feira (9), das 10h às 18h, e quarta-feira (10), das 10h até o horário do jogo

Crianças de até 12 anos
– Selecione a opção disponível no www.ingressoscap.com.br. Não é necessário cadastro biométrico

Comentários

Laercio Pessoa De Oliveira
1 semana

Excluir
As famílias e os torcedores do bem apoiam a atitude do Athletico. Enquanto os vândalos não souberem torcer, sem usar a violência, temos que fazer algo diferente. O que foi feito até agora não deu resultado. Quando houver respeito entre os torcedores, de todas as torcidas, então será possível assistir um jogo sem que haja algum tipo de linchamento. Quem tiver alguma sugestão, que aponte.

PAULO ROBERTO MARINS DE SOUZA
2 semanas

Excluir
O Athlético está se tornando cada vez mais, o time mais antipático do Brasil por medidas idiotas como esta, fora da realidade, como se as imposições mudassem as condutas humanas. Vergonha, só sinto repúlsa e vergonha.

PAULO ROBERTO MARINS DE SOUZA
2 semanas

Excluir
Concordo inteiramente. Incrível a falta de sensibilidade da medida, que a maioria dos atleticanos reprova. É extremamente perigoso torcer no meio da torcida adversária. Não é impondo uma medida arbitrária de cima que vai se mudar o comportamento das pessoas. Nota zero para a falta de sensibilidade. Isso está tornando o Athlético o time mais antipático do Brasil, além de enfeiar o espetáculo. Dá até vergonha. Mas o que esperar de uma diretoria que impôs o time entrar de amarelo na época da eleição? Se fosse o contrário, também protestaria do mesmo modo. Eles não aceitam o princípio do contraditório. Torcida humana não se impõe.

Gilmar De Souza Costa
2 semanas

Excluir
4000 flamenguistas poderiam gerar de renda bruta uns R$ 400.000,00... O clube não contrata nenhum reforço de verdade, por falta de dinheiro (apesar das recentes vendas de atletas)... Não entendo como uma diretoria profissional deixa dela lado uma renda importante pela tal "torcida humana"... Será que os clubes europeus, referência em.organizacao estão errados e só o Athetico está certo adotando a "torcida humana"? Às vezes dá vergonha destas decisões