Resumo do jogo

Furacão joga bem, mas sofre a virada do Flamengo no Maracanã

FLA 3
Brasileirão 2019
Rodada 6
2 CAP

O domingo (26) foi de Brasileirão para o Athletico Paranaense. Em meio à disputa da Conmebol Recopa, o Furacão foi ao Maracanã com uma equipe modificada e foi derrotado por 3 a 2 pelo Flamengo.

O time carioca saiu na frente, com Gabriel. Marcelo marcou duas vezes para o Rubro-Negro e virou o placar. No final do duelo, Bruno Henrique e Rodrigo Caio viraram a partida para o Flamengo.

Agora, o foco do Furacão volta a ser o River Plate. Em busca do título da Conmebol Recopa, a equipe athleticana viaja na terça-feira (28) para Buenos Aires. O duelo final, no Monumental de Nuñez, será às 21h30 de quinta-feira (30).

O Jogo

O Furacão fez um excelente primeiro tempo. A primeira boa chance veio aos 17 minutos. Após cobrança de falta, Marcelo ganhou no alto e a bola sobrou para Lucas Halter. O zagueiro pegou de primeira e Diego Alves fez grande defesa.

O Flamengo respondeu um minuto depois. Bruno Henrique aproveitou bobeira da defesa athleticana e mandou de fora da área. Santos caiu no canto direito e mandou para escanteio.

Aos 20 minutos, Marcelo recebeu na entrada da área e arriscou o chute. Diego Alves defendeu.

Seis minutos mais tarde, Madson tocou errado e a bola sobrou para Gabriel. Ele invadiu a área e tentou driblar Santos. O goleiro do Furacão tocou na bola e Gabriel caiu no lance. O árbitro marcou pênalti e foi consultar o VAR. Depois de muita dúvida, o pênalti foi confirmado. Gabriel cobrou e abriu o placar no Maracanã.

O lance não abalou o Furacão, que seguiu atacando. Aos 46 minutos, a equipe foi tocando de pé em pé, até achar espaço na defesa carioca. Thonny Anderson viu Márcio Azevedo passando nas costas da marcação e deu lindo passe. O lateral cruzou na medida para Erick, que desviou de cabeça. Diego Alves defendeu no canto.

A segunda etapa começou novamente com o Athletico atacando. Com um minuto, Erick tentou de bicicleta, mas a bola foi por cima.

O gol de empate veio aos 18 minutos, em outra boa jogada athleticana. Após troca de passes, Braian Romero recebeu na direita, ganhou na velocidade de Rodrigo Caio e cruzou rasteiro. Marcelo apareceu bem na área e tocou para o fundo das redes. 1 a 1!

Aos 21 minutos, mais um pênalti marcado com o auxílio do VAR, desta vez a favor do Furacão. Madson invadiu a área e foi derrubado por Bruno Henrique. O árbitro nada marcou, mas após consultar a imagem, dei o pênalti!

Marcelo foi para a cobrança e bateu no alto. Diego Alves ainda tocou na bola, mas não evitou o gol da virada. 2 a 1!

Atrás no placar, o time da casa se lançou ao ataque e pressionou nos minutos finais. Até que chegou ao empate, aos 44 minutos. Bruno Henrique aproveitou cruzamento da direita e completou de cabeça para o gol.

O último gol do jogo veio aos 50 minutos. Cruzamento da esquerda e Rodrigo Caio fez de cabeça. 3 a 2 para o Flamengo.

Ficha técnica: Flamengo 3×2 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro: 6ª rodada
Data: 26/05/2019 [domingo]
Horário: 16h
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro

Flamengo: Diego Alves; Pará (Rodinei, aos 35’ do 2º T), Thuler, Rodrigo Caio e Renê; Piris da Motta (Vitinho, aos 29’ do 2º T), Willian Arão e Diego; Everton Ribeiro, Bruno Henrique e Gabriel (Lincoln, aos 39’ do 2º T).
Técnico: Abel Braga
Gols: Gabriel, aos 31’ do 1º tempo; Bruno Henrique, aos 44’ do 2º tempo; Rodrigo Caio, aos 50′ do 2º tempo 
Cartões amarelos: Diego, aos 33’ do 1º tempo; Bruno Henrique, aos 24’ do 2º tempo; Pará, aos 32’ do 2º tempo; Rodrigo Caio, aos 51′ do 2º tempo

Athletico Paranaense: Santos; Madson, Léo Pereira, Lucas Halter e Márcio Azevedo; Wellington; Marcelo, Erick, Matheus Rossetto (Bruno Guimarães, aos 35’ do 2º T) e Braian Romero (Paulo André, aos 41’ do 2º T); Thonny Anderson (Tomás Andrade, aos 12’ do 2º T).
Técnico: Tiago Nunes
Gols: Marcelo, aos 18’ e aos 26’ do 2º tempo
Cartões amarelos: Santos, aos 26’ do 1º tempo; Wellington, aos 37’ do 2º tempo; Márcio Azevedo, aos 51’ do 2º tempo

FLA CAP
13
Finalizações
13
18
Faltas
21
9
Escanteios
2
1
Impedimentos
0
5
Finalizações no Gol
5
4
Roubadas de Bola
3
48% Posse 52%
4-1-4-1
38
Thonny Anderson
17
Braian Romero
20
Matheus Rossetto
26
Erick
10
Marcelo
5
Wellington
6
Márcio Azevedo
4
Léo Pereira
21
Lucas Halter
23
Madson
1
Santos
  • Caio
  • Jonathan
  • Lucho González
  • Rony
  • Tomás Andrade
  • Marco Ruben
  • Nikão
  • Renan Lodi
  • Paulo André
  • Bruno Guimarães
  • Bruno Nazário
  • Técnico
  • Tiago Nunes

Arbitragem

Árbitro:

Daniel Nobre Bins (RS)

Auxiliares:

Rafael da Silva Alves (RS)

Jorge Eduardo Bernardi (RS)

Quarto árbitro:

Daniel Victor Costa Silva (RJ)

Público e Renda

Total:

52.667

Pagante:

49.124

Renda:

R$ 1.571.771,50